Descontos de Imóveis na “Black Friday”

Acompanhando a onda de descontos iniciadas pelas promoções da “Black Friday”, o mercado imobiliário surge com campanhas de construtoras e imobiliárias oferecendo redução de preço para compra e aluguel de imóvel.

Alguns descontos são bastante chamativos, com diminuição do aluguel anunciado em cerca de 40%, preço de venda com redução de mais de R$ 300 mil.

O mais importante, para quem quer aproveitar essas oportunidades, é a cautela de sempre: não fazer nenhum negócio com pressa, sem observar as condições do imóvel pessoalmente, verificar a documentação e confirmar de que o negócio vale mesmo a pena.

INFORMAÇÕES ESCRITAS

Para não ter surpresas futuras, o consumidor precisa registrar todas as informações em um contrato, prevendo todas as condições do negócio e os descontos ofertados.

No caso de alugueis a observação é se o valor menor valerá por todo o período contratado ou se o desconto valerá para o primeiro ano, por exemplo.

Nas compras de imóveis, novos ou usados, as condições e características devem estar expressas no contrato e devem ser conferidas com a situação real, em uma inspeção pessoal.

DEFEITOS

Ainda que não usual, podem ocorrer que alguns negócios que, à primeira vista, parecem bastante vantajosos, mas que se transformam em problemas futuros.

A lei protege o comprador caso encontre defeitos no imóvel que não sejam facilmente constatados no início.

Por isso, o contrato não deve omitir informações importantes que possam comprometer o uso do imóvel, como vazamentos, rachaduras, dentre outras.

DICAS

Na área imobiliária, a principal regra é: na dúvida, evite fechar o negócio e tente buscar a ajuda de um profissional. No atual momento existe uma quantidade grande de ofertas, por isso não vale a pena correr risco tentando fazer um bom negócio, que pode causar prejuízo.

Comentários